Medicina do Estilo de Vida Shinrin-yoku

A Naturopatia Enquanto Medicina do Estilo de Vida – Shinrin Yoku (Banho de Floresta)

Shinrin-yoku é um termo que significa “banho de floresta” e consiste na prática de passar tempo na natureza.

Tendo sido desenvolvido no Japão durante a década de 1980, ele é parte integrante da medicina japonesa, tanto na prevenção, quanto na cura.

O contacto com a natureza tem sido consistentemente relacionado com a saúde, sendo seguro afirmar que, quanto menos verde o ambiente que nos rodeia, maior o risco de morbilidade e mortalidade.

Assim, diferentes estudos apresentam diferentes aspetos da saúde que podem beneficiar do contacto com a natureza.

O Shinrin-Yoku Reduziu os Níveis de Stress

Segundo Yuko Tsunetsugu et al. 2007, no presente estudo, os efeitos fisiológicos do Shinrin-yoku foram investigados analisando a pressão arterial, frequência cardíaca, variabilidade da frequência cardíaca e concentração de cortisol e imunoglobulina A salivar.

12 estudantes universitários do sexo masculino com idades entre os 21 e 23 anos participaram do estudo.

As avaliações fisiológicas foram realizadas antes e após os sujeitos realizarem uma caminhada na floresta ou cidade durante 15 minutos.

Medicina do Estilo de Vida Shinrin-yoku

As caminhadas na floresta em comparação com as na cidade resultaram em valores de pressão arterial e pulsação significativamente menores. Além disso, a concentração de cortisol salivar foi, também ela, consideravelmente menor após as caminhadas na floresta.

Estas respostas fisiológicas sugerem que a atividade nervosa simpática foi suprimida e a atividade nervosa parassimpática foi aumentada com as caminhadas na floresta, e que o Shinrin-yoku reduziu os níveis de stress.

O Shinrin-Yoku Apresenta Efeito Terapêutico na Hipertensão Humana e Ação Preventiva nas Doenças Cardiovasculares

Segundo Gen-Xiang Mao et al. 2012, o objetivo do presente estudo foi fornecer evidências científicas que apoiem a eficácia do Shinrin-yoku como uma terapia natural para a hipertensão humana.

Vinte e quatro pacientes idosos com hipertensão foram divididos aleatoriamente em dois grupos de 12. Um grupo foi enviado para uma floresta durante 7 dias e 7 noites, o outro foi enviado para uma área urbana como controle.

Foram recolhidos valores de pressão arterial, fatores patológicos relacionados a doenças cardiovasculares incluindo endotelina-1, homocisteína, renina, angiotensinogénio, angiotensina II, recetor de angiotensina II tipo 1, recetor de angiotensina II tipo 2, bem como citocinas inflamatórias interleucina-6 e fator de necrose tumoral α.

Medicina do Estilo de Vida Shinrin-yoku

O grupo exposto ao ambiente florestal apresentou uma redução significativa dos valores de tensão arterial em relação ao grupo cidade. Os valores dos bioindicadores em sujeitos expostos ao ambiente florestal também foram inferiores aos do grupo controle urbano e aos níveis basais dos próprios.

Assim, foi concluído que o Shinrin-yoku apresenta um efeito terapêutico positivo na hipertensão humana e induz a inibição do sistema renina-angiotensina e inflamação, revelando assim a sua ação preventiva nas doenças cardiovasculares.

O Shinrin-Yoku Melhora a Atividade das Células Natural Killer e a Expressão de Proteínas Anticancerígenas

Segundo Q Li et al. 2007, a fim de explorar o efeito do Shinrin-yoku na função imunitária humana, foi investigada a atividade das células natural killer (NK), o número de células NK e a expressão de perforina, granzimas e granulisina durante uma visita a campos florestais.

Doze indivíduos saudáveis do sexo masculino, com idades entre os 37 e 55 anos, foram selecionados com consentimento informado, tendo participado de uma viagem de três dias/duas noites a três campos florestais diferentes.

Amostras de sangue foram recolhidas no segundo e terceiro dia, assim como antes da viagem, num dia normal de trabalho, para servir como controle.

Medicina do Estilo de Vida Shinrin-yoku

Quase todos os indivíduos (11/12) apresentaram maior atividade de NK após a viagem (aumento de cerca de 50%). Foram ainda observadas diferenças significativas antes e depois da viagem e entre os dias 1 e 2 na atividade NK. O Shinrin-yoku também aumentou significativamente a expressão de perforina, granzimas e granulisina.

Em conjunto, estes resultados indicam que o Shinrin-yoku pode aumentar a atividade das células NK e que esse efeito é pelo menos parcialmente mediado pelo aumento do número de células NK e pela indução de proteínas anticancerígenas intracelulares.

Efeito Positivo na Saúde de Pacientes Idosos Com Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica

Segundo Bing Bing Jia et al. 2016, no presente estudo foram determinados os efeitos sobre a saúde do Shinrin-yoku, em pacientes idosos com doença pulmonar obstrutiva crónica.

Os pacientes foram divididos aleatoriamente em dois grupos. Um grupo foi enviado para a floresta e o outro foi enviado para uma área urbana como controle.

Em ambos os grupos foram realizados uma Citometria de Fluxo, um Ensaio de Imunoabsorção Enzimática (ELISA) e uma avaliação do Perfil de Estados de Humor (POMS).

Medicina do Estilo de Vida Shinrin-yoku

No grupo Shinrin-yoku, houve uma diminuição significativa da expressão de perforina e granzima B, acompanhada de uma diminuição dos níveis de citocinas pró-inflamatórias e hormonas do stress.

Assim, foi concluído que o Shinrin-yoku tem um efeito positivo na saúde de pacientes idosos com doença pulmonar obstrutiva crónica, reduzindo a inflamação e os níveis de stress.

Bibliografia:

Physiological effects of Shinrin-yoku (taking in the atmosphere of the forest) in an old-growth broadleaf forest in Yamagata Prefecture, Japan https://www.jstage.jst.go.jp/article/jpa2/26/2/26_2_135/_article

Therapeutic effect of forest bathing on human hypertension in the elderly https://www.journal-of-cardiology.com/article/S0914-5087(12)00185-2/fulltext

Forest bathing enhances human natural killer activity and expression of anti-cancer proteins https://journals.sagepub.com/doi/10.1177/03946320070200S202

Health Effect of Forest Bathing Trip on Elderly Patients with Chronic Obstructive Pulmonary Disease https://www.besjournal.com/en/article/doi/10.3967/bes2016.026